Oxandrolona Emagrece? Tudo Sobre Oxandrolona

Oxandrolona Emagrece? Tudo Sobre Oxandrolona

É fundamental, nos dias de hoje, tomar cuidado e ter muita atenção em relação a tudo o que ingerimos, se buscamos bem-estar e uma saúde em equilíbrio.

Mesmo porque as opções do mercado são tantas, que é fácil fazer com que o consumidor fique perdido sem saber o que tomar, afinal, todos os suplementos alimentares e remédios em geral parecem operar verdadeiros milagres da boa forma – como queima de gordura, ganho de massa muscular ou perda de peso corporal.

É aí que mora o perigo. Muitos desses produtos são drogas, como esteroides anabolizantes e anfetaminas, por exemplo. Exatamente por essa razão se recomenda tão vivamente que se procure um médico, para assistir, seja qual for a escolha de suplementação – ou ingestão de medicamentos – de cada paciente.

Tendo isso em mente, daremos foco para a Oxandrolona, que vem fazendo um enorme sucesso, sobretudo entre o público que praticante de musculação. Além disso, apontaremos seus resultados práticos e os –diversos – riscos envolvidos em seu consumo.

Oxandrolona Emagrece? Tudo Sobre Oxandrolona

Oxandrolona Emagrece Tudo Sobre Oxandrolona

O que é a Oxandrolona?

A Oxandrolona é um tipo de esteroide anabolizante, fabricado sob a marca “Anvar”, e lançado, nos Estados Unidos, no ano de 1964.

No mercado brasileiro, a Oxandrolona é comercializada sob os nomes Anavar e também Lipidex. Em países como Itália, Austrália e Japão, chama-se Lonavar.

Sua ação é diretamente relacionada aos receptores de testosterona no corpo e, por isso, há uma espécie de indução da construção muscular – ou anabólica.

Assim, há um forte efeito sobre o aumento de força do indivíduo, por conta de uma expressiva ampliação dos depósitos de creatina dentro das células do organismo, servindo como fontes de energia para os músculos, voltadas para esforços imediatos curtos – que durem 10 segundos, em média.

Especialistas em esteroides, como os médicos endocrinologistas, prescrevem Oxandrolona junto a Parabolan – ganho de densidade dos músculos – e Deca Durabolin – crescimento de massa magra – em ciclos, ou seja, utiliza-se a combinação de substâncias por um tempo específico, que deve ser rigorosamente controlado, por se tratarem de hormônios.

A apresentação da Oxandrolona é via oral.

Oxandrolona Emagrece?

Embora haja relatos frequentes a respeito do efeito emagrecedor da Oxandrolona, isso é uma meia-verdade, pois, o fato é que esse, dito, emagrecimento, é apenas a parte visível da história.

Essa confusão é gerada, porque há uma diminuição de medidas na área da cintura, quadris e coxas, com um aumento muscular. O ponto, aqui, é que essa redução é resultante de um forte efeito diurético da Oxandrolona, ou seja, os líquidos eliminados passam a “liberar espaço” no corpo, desinchando-o. Portanto, a visão de que a Oxandrolona promove emagrecimento, não procede.

Mesmo porque, a substância tem efeito anabólico no organismo, afastando-se do princípio de emagrecimento, ou termogênico.

O que a Oxandrolona pode fazer é um aumento grande na síntese de proteínas, o que se transforma em aumento de massa muscular, ou magra, em um curto espaço de tempo.

Se olharmos por esse prisma, inclusive, esse esteroide aumentará o peso corporal do usuário – pelo peso muscular – e não o reduzirá – como ocorreria em um processo de emagrecimento puro e simples.

O maior consumo de Oxandrolona, embora tenha sido criada em 1964 – como vimos – ocorre devido a um famoso estudo do “JournalofClinicalEndocrinologyandMetabolism”, apresentado ao público no ano de 1999, onde se chegou à conclusão de que esse elemento seria um promotor de aumento de massa muscular, se administrada para homens saudáveis.

Para o público de atletas de fisiculturismo, por exemplo, a Oxandrolona oferece a vantagem de ganho de definição muscular – pela retirada da “camada” de líquidos, que recobrem os músculos, ao mesmo tempo em que há um aumento da massa magra.

Prescrição da Oxandrolona

De uma forma geral, a compra da Oxandrolona está vinculada ao receituário médico, em via especial e controlada.

A indicação médica é para casos de síndromes orgânicas que promovem catabolismo severo – como no caso de indivíduos que ficam imobilizados e/ou acamados por períodos, entre médio e longo, e há perda muscular; ou para pessoas que sofrem queimaduras, porque a Oxandrolona recompõe os tecidos musculares, como um todo.

As dosagens podem oscilar ente 2,5 mg e 20 mg, por até quatro vezes por dia, ao longo de um mês.

Efeitos colaterais da Oxandrolona

Há uma série de efeitos colaterais e/ou reações, que podem decorrer do uso constante de Oxandrolona. A seguir apontaremos apenas alguns dos principais:

  •   Redução dos níveis de HDL no organismo – esse é o popularmente chamado “colesterol bom”, responsável por melhorar a circulação sanguínea e proteger o coração contra enfartos e cardiopatias;
  •   Aumento dos patamares de LDL – colesterol ruim, tem o efeito oposto ao do item anterior;
  •   A voz é alterada – perde agudos, ficando mais “grossa”, tanto em homens, quanto em mulheres;
  •   Há um aumento considerável de pelos espalhados pelo corpo – em consequência do aumento de hormônio masculino em circulação no organismo;
  •   São verificadas ainda alterações sérias de comportamento – com uma ampliação de ações “masculinas”, como irritabilidade e agressividade;
  •   No caso masculino, há uma ocorrência bem grande de ereções espontâneas, ao longo do dia, ou seja, sem que haja qualquer motivação aparente;
  •   Alem disso, ainda pode-se verificar impotência sexual masculina, em determinados momentos;
  •   Doenças hepáticas;
  •   A bexiga pode sofrer com irritações constantes, ou até mesmo ocorrer incontinência da urina;
  •   Sensibilidade nas mamas, tanto em homens quanto em mulheres. No caso dos homens, pode haver um desenvolvimento dessa área, em um processo chamado de ginecomastia, entre muitos outros.

Consulte sempre um médico sobre Oxandrolona

Nunca é demais lembrar que todas as informações e dados que compõem este artigo não tem qualquer inclinação a orientar o uso desse esteroide anabolizante.

Como vimos, as dosagens são individualizadas, controladas e com finalidade muito específica.

Devido ao grande número de efeitos colaterais, como os que acabamos de acompanhar, é necessário que um clínico geral e um endocrinologista sejam consultados com frequência, para fins de indicação de uso, prescrição e acompanhamento do ciclo, para que, caso ocorra alguma reação adversa, o uso seja interrompido e medidas sejam tomadas, para minimizá-los. Caso tais precauções não sejam observadas, os danos à saúde podem ser irreversíveis, ou até levar o indivíduo à morte.

Pesquisas que levaram a este artigo

  • oxandrolona emagrece (134)
  • oxandrolone emagrece? (2)
  • oxandrolona tira a fome (1)

3 Comentários

  1. Martha

    Um ciclo de 20mg por dia durante um mês da resultado?

    • Jônatas Leite

      Pode ser que sim.

  2. Linda Marcia Marques Moreira

    estou tomando oxondrolona a 30 dias gostaria de saber se tenho que fechar um ciclo de treis meses pois quero ganhar massa magra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *