Dieta Do Tipo Sanguíneo – Como Ela Surgiu? Como Funciona?

Dieta do tipo sanguíneo – Como ela surgiu? Como Funciona?

A teoria da dieta por cada grupo de sangue foi descoberta pelo médico naturopata Peter J. d’Adamo e a dieta foi divulgada em seu livro “Eat right for your type” (Alimente-se corretamente de acordo com seu tipo de sangue), o livro foi publicado no ano de 1996 nos Estados Unidos da América.

O sangue tipo O: Foi citado por D’Adamo como “o caçador”. O médico aconselha as pessoas com sangue tipo O, a aderir uma alimentação rica em proteínas superior.

O grupo sanguíneo “O” foi destacado pelo D’Adamo como sendo o primeiro tipo de sangue a surgir, ele acredita que esse grupo originou-se há cerca de 30.000 anos, embora a pesquisa indique que o tipo sanguíneo “A” é, na verdade, o mais antigo.

O sangue tipo A: Foi citado por D’Adamo como “o cultivador”. O médico aconselha as pessoas com sangue tipo A, a aderirem uma dieta que prioriza os vegetais e é isenta de carne vermelha, uma alimentação mais de próxima da palavra “vegetariana”.

Ele acredita que este tipo de sangue surgiu desde o início da agricultura, há 20.000 anos.

O sangue tipo B: foi nomeado como sendo “o nômade” pelo médico D’Adamo, que supõe que este grupo pode ter surgido há cerca de 10.000 anos atrás.

Ele ainda afirma que este tipo sanguíneo está agregado a um processo mais resistente e um sistema digestivo mais adaptável.

O médico ainda assegura que os indivíduos de sangue tipo “B” são as únicas pessoas preparadas para se beneficiar com produtos lácteos, o que é contestado já que, os indivíduos com sangue tipo B tendem a ser da Ásia (especialmente da China ou da Índia), e na Ásia e na América do Sul, a intolerância à lactose é muito mais comum, e enquanto isso, os descendentes do norte da Europa ou noroeste da Índia são menos propensos a terem intolerância a lactose.

O sangue tipo AB: é relatado por D’Adamo como sendo “o enigma”, pois ele acredita que este seja o grupo que evoluiu mais recentemente e surgiu a menos de 1.000 anos atrás.

Em conclusão das exigências dietéticas, o médico lida com este grupo como um intermediário entre os grupos sanguíneos tipo A e B.

Dieta Do Tipo Sanguíneo – Como Ela Surgiu? Como Funciona?

Dieta Do Tipo Sanguíneo - Como Ela Surgiu Como Funciona 1

Como funciona esta dieta?

Para começar essa dieta tenha em mente qual é o seu tipo de sangue, A, B, AB ou O?

Esta dieta varia de acordo com cada tipo de sangue, e além de ajudar a emagrecer, a pessoa passa a emagrecer com saúde, o que é de suma importância dentro de uma alimentação correta.

A dieta do tipo sanguíneo realça como o tipo de sangue de cada pessoa pode afetar na absorção dos nutrientes de cada alimento, como ele determina a velocidade do nosso metabolismo, como revigora ou debilita nosso sistema imunológico e até mesmo como nosso tipo de sangue pode determinar à personalidade de cada ser humano.

Para que a dieta do tipo sanguíneo tenha um efeito mais rápido e prolongado, os alimentos inclusos nesta dieta são fracionados em três categorias:

Alimentos benéficos: é esses alimentos que são necessários serem consumidos diariamente, pois eles estão habilitados a prevenir e tratar certos tipos de doenças, além de contribuir de forma rápida na eliminação de peso.

Alimentos neutros: são alimentos que não afetam positivamente e nem negativamente o nosso organismo, por esse motivo, os alimentos que estão inclusos na categoria de “alimentos neutros”, podem ser consumidos sem restrições ou podem não serem consumidos, isso varia do gosto de cada pessoa que está seguindo essa dieta.

Alimentos nocivos: esse tipo de alimento de imediatamente ser abolido da dieta, visto que eles desregulam o nosso organismo, desacelerando o metabolismo, contribuindo para o ganho de peso, e causam sintomas como, por exemplo, enxaqueca e má digestão.

Quais os benefícios desta dieta?

De acordo com o médico Peter J. d’Adamo, cada grupo sanguíneo possui uma certa diferença em alguns termos, e um do mais importante é que cada tipo de sangue é mais propenso a determinados tipos de doenças.

Os principais benefícios para os indivíduos de sangue tipo “B” que seguem essa dieta são: a perda de peso, redução na taxa de glicose, ou seja, previne à diabete, síndrome da fadiga crônica e outras doenças como, por exemplo, a Lúpus e a Esclerose Múltipla.

Para os indivíduos com sangue tipo “A” que aderem essa dieta, os principais benefícios envolvem um risco menor em problemas cardíacos, auxilia na redução de peso, reduz o risco de ter câncer, anemias, distúrbios hepáticos e da vesícula biliar e também reduz o risco de diabetes tipo I.

Já para as pessoas do grupo sanguíneo AB que seguem essa dieta, os benefícios é que podem perdem peso, diminui o risco de desenvolverem câncer, anemia e doenças cardíacas.

Para as pessoas com sangue tipo O, a dieta do tipo sanguíneo pode ajudá-los a perder peso, impede a coagulação do sangue, pode prevenir doenças inflamatórias, como é o caso da artrite, hipotireoidismo, asma e úlceras.

Como seguir a dieta do tipo sanguíneo de acordo com seu tipo de sangue?

Para que seja fácil seguir esta dieta, os alimentos foram divididos em três categorias, sendo elas: benéficos, neutros e nocivos.

Pessoas com sangue tipo A, produzem pouquíssimo suco gástrico, portanto não se dão bem com a proteína animal e nem mesmo com a lactose do leite. Então se você pertence ao grupo A, deverá seguir a seguinte alimentação:

tipo-A1

Pessoas com sangue tipo B, são as únicas que aceitam bem o leite e seus derivados, mas não se dá bem com a proteína do frango. Então se você pertence ao grupo B, deverá seguir a seguinte alimentação:

tipo B1

Pessoas com sangue tipo AB, são uma unificação entre os grupos A e B, por isso o ideal é uma dieta muito variada e em porções balanceadas, visto que poucos tipos de carne são aceitos por esses indivíduos. Portanto, se você pertence ao grupo AB, deverá seguir a seguinte alimentação:

Tipa AB

Pessoas com sangue tipo O, são pessoas que produzem uma grande quantidade de suco gástrico e, por esse motivo, necessitam da proteína animal todos os dias. Mas esse grupo de sangue tem muita dificuldade em digerir alimentos com lactose. Sendo assim, se você pertence ao grupo O, deverá seguir a seguinte alimentação:

Tipa o22

Conclusão:

A quantidade de alimentos que podem ser consumidos de acordo com seu tipo sanguíneo é bem extensa. Por esse motivo, escolhemos os principais alimentos para cada tipo de sangue.

Mas o que fazer com a quantidade de calorias ingeridas? Não se preocupem com isso, pois o mais importante é você se propor a consumir porções pequenas e de três em três horas, porque essa é uma forma infalível de manter o metabolismo acelerado. Boa sorte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *